Textos


ERNST MACH (1838-1916)

 
Resultado de imagem para ernst mach
 

Ernst Mach nasceu em 18 de feveriro de 1838, em Turias, Morávia, Império Austríaco, atual República Tcheca, e foi um filósofo e físico austríaco. Recebeu educação privada até seus quatorze anos, e em 1853 se matricuclou no Ginásio. Estudou história e teoria das ciências indutivas em Viena, começando quando possuía apenas 17 anos, tendo doutorado em 1860, e física e matemática em Gratz. Depois foi professor de física e matemática em Viena e após em Gratz. Passou ainda a cátedra de física em Praga, catedrático de física experimental, e onde escreveu suas primeiras obras, junto a Avenarius. Criador de nova tendência filosófica, o empiriocriticismo. Foi assim conferencista e divulgador de ciência, e formou o clima que faria possível a formação do Círculo de Viena. Teve ataque de apoplexia em 1897, abandonando a universidade em 1901, mas mesmo assim ingressou no parlamento austríaco e por lá ficou por doze anos. Fez estudos sobre cinética, de fluido a velocidades superiores a do som, descobriu o cone que leva seu nome, ainda com descobertas na ótica, termodinâmica e outras. Foi lido por Einstein e teve papel importante para a teoria da relatividade do mesmo. Mach, quando era professor em Praga, se casou com Ludovica Marussig, e com essa teve cinco filhos, quatro meninos e uma menina. Também foi reitor da Universidade de Praga. Suas visitas frequentes a Viena o colocaram em contato com o socialista Josef Popper. Em 1912 foi para Viena e muda para a casa de filho, Ludwig Mach, perto de Munique. Esse filho foi por muitos anos assistente do pai, cuidando de seus papeis após sua morte. Einstein reformulou em parte as ideias de Mach, e depois viu que as ideias empíricas de Mach teriam pouco a ver com a física. Seu nome virou referência para se identificar a velocidade relativa ao som, sendo a velocidade superior a propagação do som. Aviões supersônicos voam em velocidades de Mach 2 etc. Nach rechasou a religiosdade e metafísica, indo nos passos positivistas. Falam sobre conexão indissolúvel entre sujeito e objeto. Era um intelectual que defendia o governo e a classe dominante. Seus trabalhos se concentraram em gases, fenômenos óticos (ex: bandas de Mach) e acústicos. Há na sua mecânica o Princípio de Mach, onde um corpo carece de massa inercial se não há presente outra massa ou corpo. Sua obras principais são “História crítica do desnvolvimento da mecânica”, “Análise das sensações” e “Conhecimento e erro”. Tirou os elementos metafísicos da física teórica, como éter, espaço e tempo absolutos etc. Ainda ele segue a linha de pensamento de Hume. Ademais, Max Planck o homenageou. Curioso que dentro da aeronave, nos seus instrumentos, um sistema de informação de voo chamado Machmetro. Ernst Mach faleceu em Haar (Baviera), ou Munique, Alemanha, em 19 de fevereiro de 1916.

 
Mariano Soltys
Enviado por Mariano Soltys em 27/05/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Mariano Soltys). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários