Textos

JOHN DEWEY (1859-1952)




John Dewey veio ao mundo no dia 20 de outubro de 1859, em Berlington, Vermont, EUA, e foi um filósofo, psicólogo e pedagogo, relacionado a pedagogia progressista. Viveu uma juventude quase rural. Foi o filósofo americano mais importante, da metade do século vinte, ao lado de Peirce e James, e dos fundadores do pragmatismo. Escreveu influentes tratados de arte, lógica, ética e democracia, ademais. A plena democracia para ele apenas poderia ser alcançada pela educação e sociedade civil. Criticado pelos conservadores, na educação, e elogiado pelo sistema da educação centrada na criança. Sobre sua formação, ele foi graduado em Artes na Universidade de Vermont, em 1879, doutorando em Filosofia na Universidade de John Hopkims, em 1884. Foi professor em escola secundária e ocupou cargos nas faculdades de Michigan, Minesota, Chicago e Columbia. Possuía uma ideia instrumentalista do conhecimento. Também importante seu trabalho na Universidade de Chicago, relacionado a movimento funcionalista de psicologia, onde foi influenciado por Darwin. Ele atacou entre outros, figura como Wilhelm Wundt, de métodos reducionistas. Defendeu uma humanização da sociedade capitalista. Estudou a educação do México, China, Turquia, Japão e URSS. Também sofreu influência de Hegel, quando estava na Universidade de Johns Hopkins e seu doutorado teve como tese Kant. Casou-se com uma antiga aluna chamada Alice Chipman, a qual colaborou sobremaneira com seu trabalho sobre a educação. Em 1900 assume ensino no curso de Pedagogia de Universidade de Nova Iorque. Foi um homem de ação e prático, que unia a teoria a prática. Defendeu a igualdade da mulher e ao voto. Fomentou o sindicalismo docente. Defendeu uma Escola Ativa, onde o aluno tinha de ter iniciativa, originalidade e ser cooperativo. Não admirava escolas que se mantinham em submissão e obediência. Influenciou a Escola Nova do Brasil. Defendeu a escola pública e necessidade de autogoverno de estudantes. A educação é um círculo ou espiral infinita. Sobre sociedades secretas, há uma referência a ligação sua com a Phi Beta Kappa, e outra com Skull and Bones. Cita Sutton: “In education, the Dewey system was initiated and promoted by Skull and Bones members. Dewey was an ardent statist, and a believer in the Hegelian idea that the child exists to be trained to serve the State. This requires suppression of individualist tendencies and a careful spoon-feeding of approved knowledge. This "dumbing down" of American education is not easily apparent unless you have studied in both foreign and domestic U.S. universities - then the contrast becomes crystal clear”1. Seu último destino docente foi na Universidade de Columbia. Com 87 anos se casou pela segunda vez e adotou duas crianças. Faleceu em 1 de Junho de 1952, com 92 anos de idade, em Nova Iorque.

1SUTTON, Antony C. America's Secret Establishment. p. 14-15.
Mariano Soltys
Enviado por Mariano Soltys em 20/01/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Mariano Soltys). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários