Textos

AMOR QUE NASCE VERDE
AMOR QUE NASCE VERDE


Bella, tão bela, vou dizer-te que o amor é flor que nasce da pétala, que é verde grão já maduro
E assim pombo em ninho de vida, construção que não acaba, isso é amor
Bella, tão bela, vou dizer-te que o sol namora a lua, que amor é assim, distância, mas proximidade
Tão nobre entusiasmo, eu, tu e nenhum sarcasmo, amor é assim, sincero consigo mesmo
Oh Bella, tão bela, se a cor do teu amor ainda está forte, talvez seja porque nasça madura, porque a paleta se veja tão quente que não escolhe a cor verdadeira
Amor, cor, flor, são palavras parecidas, não, digo iguais
Bella, tão bela, suspira sempre donzela pelo sopro que um dia teve e sempre e sempre, e assim de repente tudo some
Assim é amor que nasce em jardim de tempestade, e navega em mar de sereia
Verdes somente meus olhos, que brilham ao pensar em ti, ao namorar neurônios...
Bella, tão bela, se trocamos essas linhas em amor, por que não nascemos de um bebê de sorriso?
É porque tal ser já está crescido, e assim nasce, e apenas depois cresce e fica verde, e gera flor, e vira semente
Amor é assim, o contrário do que pensamos e igual ao que sentimos, é arco-íris que nasce antes da chuva
Bella, tão bela, nascemos do néctar desse coração, fruto-árvore da vida
Mariano Soltys
Enviado por Mariano Soltys em 06/01/2013


Comentários