Textos

Janela do olhar
Janela do olhar


Escura paz em tua janela, em teu olhar
Parece mar, sonhar, atuar, tocar
Se eu fosse sonho, estaria do outro lado
Da janela
Tramela
Vela
Navegando, nave voando, doando
Tua formosura é caridade de vista
Paisagem, passagem, pastagem
Janela
Teu olhar é vidro
Me corta o espírito
Transfixa, fixa, marca, cicatriza
Dor e prazer
Janela
Já nela, em toda a sua forma
Ela, de traje teutônico
Eu atônico
Atômico
Tônico
Janela e ela
Bela sem nome, transparente
Janela
Quebra: pedra: corta: aborta
Sou teu filho não aceito
Aquele amor que não nasceu
Cresceu
Janela do olhar
Decifra-me em teu reflexo, crucifixo
No peito
Assim acordo com teu olhar no escuro...




Mariano Soltys
Enviado por Mariano Soltys em 02/02/2013


Comentários