Textos

Quando na Rua Iracema... O barulho estranho parou. Encontrei um senhor, já velhinho, Schmauser, que me falou de histórias da Alemanha. Ele disse que os alemães já fizeram discos-voadores, e que alguns até viajavam no tempo por eles. Perguntei sobre se havia extraterrestres, e ele disse que não sabia. Apenas conheceu militares que além de serem judeus, eram ligados a uma operação da Thule, sociedade secreta envolvida com esses eventos. Ele disse que deuses como Odin, Freija, Baldur, Lóki e outros eram representados com asas, porque vinham do céu ou voavam. Esses discos- voadores foram vistos por aviões ingleses, quando da guerra. Ele relatou que no Cruzeiro, mais na estrada velha, se vê essas luzes. A região rural sempre com mais contatos. Mostrei a ele que tenho bizavô e ele o conhece. Disse que já tomaram schnaps juntos, quando carroceiros. Fiquei falando por horas, quando vi dois homens estranhos na rua, que me assustaram. Falavam de filosofia alemã e não pareciam desse mundo. Atendi o celular e Evelyn pediu para comprar flores. Comprei algumas especiais para ela e nos encontramos na quarta-feira. Quando a vi, ela disse, surpresa...   
Mariano Soltys
Enviado por Mariano Soltys em 26/09/2014


Comentários