Textos


JAN AMOS COMENIUS (1592-1670)
Z
 
Jan Amos Komenský, Comenius ou Comenio , nasceu em 28 de março de 1592, em cidade de Uherský Brod, na região da República Tcheca, sendo professor, teólogo, cientista e escritor checo, e também foi um bispo protestante da Igreja Moraviana, sendo considerado o fundador da Didática Moderna, tratando do tema de ensinar e aprender, e ainda utilizando-se de imagens para ensinar. Estudou na Alemanha e Polônia, e escreveu Problemata Miscelânea e também Syloge Questiorum Controversum, obras iniciais. Um fato insólito da vida de Comenius, como lembra Pizzinga, foi ter encontrado René Descartes na Suécia, que também era da Ordem Rosacruz, e que lá vivia sob a proteção da Rainha Cristina. Mas sua principal obra foi Didacta Magna. Comenio foi influenciado pela Reforma protestante de Lutero, e assim adaptou a didática a um sistema que seria revolucionário para a época. Usaria de um método natural, respeitando os limites dos educandos, que seria ainda pautado em experiências do cotidiano, e de forma ampla, onde se devia conhecer todas as ciências e artes. Na verdade, o próprio conceito de didática se refere como a arte de educar. De grande contribuição foi a igualdade da educação, inserindo as mulheres e ainda tratando as crianças de forma mais inclusiva. Antes as crianças seriam vistas como adultos em miniatura, o que não era uma realidade. Mas teve mais de 200 obras, sendo que as principais são: Didacta Magna (versão latina da Didática Checa) (1631); Didática Checa (1627); Guia da Escola Materna (1630)Labirinto do Mundo (1623); Porta Aberta das Línguas (1631); Novíssimo Método das Línguas (1647); Consulta Universal Sobre o Melhoramento dos Negócios Humanos (1657);
O Anjo da Paz (1667); e A Única Coisa Necessária (1668). Outro Rosacruz que influenciou Comenio foi Francis Bacon, com seu método inovador e com esse foco mais científico. Mas resta na obra de Comenio a dimensão religiosa, que é clara mesmo pelo índice da obra Magna. O método fundado na observação foi transferido para o ensino. Buscar de generalizações e formular leis. Mesmo muitas lições dele são atuais até hoje, e muito úteis. Era essencialmente prático. Fala que se deve buscar um conhecimento genuíno e verdadeiro. Ademais, que cada um deve buscar a sua própria razão, mostrando uma visão de valorização do indivíduo. Parece antecipar em muito técnicas de ensino e mesmo de memorização, com sua obra O mundo sensível ilustrado. Nela lida com o uso de imagens para ensinar, uma vez que o professor muitas vezes não podia levar os objetos reais para servirem de exemplo. Isso também parece antecipar o ensino virtual, mesmo as formas de ensino à distância, uma vez que mesmo não estando o aluno à distância, os objetos temas das aulas estavam. Ele sabia do poder da imagem. Imaginemos se ele pensasse que um dia surgiria a Internet e todo esse mundo virtual que nos rodeia, onde tudo transcorre, inclusive o ensino, que toma a forma de EAD. A universalidade da educação é uma de suas buscas. Também a inclusão das meninas na educação, e de todos, mostra a dimensão democrática que posteriormente iria sendo construída. Talvez o erro foi querer ensinar a crianças coisas que eleas ainda estariam desenvolvidas para aprenderem. Mas foi um salto na educação, e tem de ser sempre lembrado esse auto no tema. Mas havia seu lado iniciático. Segundo disse Pizzinga: “são ou não são de um Iniciado as quatro afirmações a seguir, de Comenius, com que encerro o objetivo deste trabalho? O desejo de tornar melhores as coisas dos homens, públicas e particulares, estimula-me de tal maneira, que não posso deixar envolto no silêncio aquilo que um oculto instinto me sugere constantemente. E esta? Uma intuição divina me sugeriu... E, finalmente, esta é ou não é a confissão de um Iniciado? O meu Cristo sabe que tenho um Coração tão simples que não há para mim diferença alguma entre ensinar e ser ensinado, advertir e ser advertido, entre ser mestre dos mestres (se me é lícito falar assim) e discípulo dos discípulos (se acaso posso esperar algum progresso). Verdadeiramente, cada homem é para o seu Deus um paraíso de delícias”1 Olavo de Carvalho disse que ele fundou o primeiro modelo de Nova ordem Mundial. Comenio falece em 15 de novembro de 1670, em Amsterdã, famoso, tendo sempre lutado pela fraternidade entre nações e as igrejas. Sepultado em Naarden, estando em um mausoléu. De interesse é que houve Conferência Internacional da UNESCO em Nova Delhi (Índia), em 1946, que decidiu publicar todas as suas obras, e o apontou como um dos primeiros propagadores das ideias que a inspirou.
1PIZZINGA, Rodolfo Domenico. Comenius. In www.paxprofundis.org
 
Mariano Soltys
Enviado por Mariano Soltys em 12/03/2016
Alterado em 12/03/2016


Comentários