Textos


MARTINHO LUTERO (1483-1546)
images?q=tbn:ANd9GcTroeK2Nno8u9PN0GmYxDwFUBFljvUNV8y50tXDT8FBf2MBO0UHSw
 
Martin Luther nasceu em 16 de Novembro de 1483, em Eisleben, Alemanha, filho de Hans Lutero, aldeão católico, que com trabalho duro consegue certa posição social, e de Margarethe Lindemann. Assim, era de classe média e seu pai tinha planos para o filho, levando-o aos estudos. Seu pai queria que ele fosse advogado ou funcionário público, a fim de elevar a condição econômica da família. Mas criado no campo, mesmo assim. Estuda assim em escola de latim, em Magdeburg e Eisenach, depois aos 17 anos ingressando na Universidade de Erfurt, sendo então bacharel em Artes e depois mestre em Artes. Na Universidade era chamado de “O filósofo”. Sobre o sonho de seu pai, ele chega a ingressar no curso de Direito, mas desiste a fim de se tornar monge, após um acontecimento trágico, quando um raio quase o acertou, jurando este a Santa Ana que seria monge. Assim se encontra entre eremitas agostinianos. Em 1507 foi consagrado padre. Em 1508 saía do mosteiro para ensinar filosofia na Universidade de Witenberg, sendo focado em Pedro Lombardo, bem como estudando também o nominalismo de Ockham. Critica a filosofia tomista, estudando ainda Anselmo, Agostinho, Bernardo e mesmo os místicos alemães. Torna-se doutor em teologia. Fazia conferências sobre a Bíblia, em especial sobre a Carta aos Romanos, Hebreus e Gálatas. Mas a sua principal doutrina foi na afirmação de Paulo da justificação pela fé. Em Romanos 1:17 encontra essa grande luz libertadora, haja vista antes se vender a ação, mais especificamente na obra de se pagar indulgências. Mas apesar de escrever suas 95 teses, essas não foram bem recebidas, gerando a sua excomunhão. Mas Lutero teve proteção de príncipes, em especial Frederico, o Sábio, e assim não teve o mesmo fim de antecessores, que talvez foram os verdadeiros reformadores, como João Huss e Wycliffe. Também Lutero era de algum tempo contra o celibato, não cumprindo assim o seu voto. Com mais de 40 anos se casa assim com uma freira, Catarina, cisterciense, esta mais jovem, e com a mesma tem 6 filhos, três filhos e três filhas: Hans, Martinho, Paulo, Madalena, Isabel e Margarida. Madalena e Isabel faleceram ainda quando crianças. Sobre o tema da filosofia, fato é que ele não gostava muito de Erasmo de Rotterdam, de modo que disse serem seus livros papel higiênico. Lutero não apenas traduziu a Bíblia, mas o fez ainda mais, fez em um alemão simples e popular, a fim de fosse compreendido por todos. Lutero adulterou a Bíblia em Romanos 1:7, onde se diz que “o justo viverá pela fé”, e acrescentou a palavra “somente”, assim ficando “o justo viverá somente pela fé”. Também disse que a carta de Tiago é uma carta de palha. E disse na Carta a Melanchton: “Pecado algum nos separará do Cordeiro, mesmo praticando fornicação e assassinatos milhares de vezes ao dia”. Fato é que o protestantismo surgiu em época semelhante a um movimento místico chamado de Rosacruz. E a semelhança vai além, utilizando-se ambas de um símbolo praticamente idêntico, apenas mudando que em uma a rosa é branca, e noutra vermelha, e de cruz branca para cruz negra, como mostra texto “Martinho Lutero: a Rosa e a Cruz”1. Parece que o rosacrucianismo culminou em reformas, e também na protestante. E existe uma obra que combate não apenas o protestantismo, mas o relaciona com a Maçonaria: “Concluyamos que la obra de Lutero es una obra de hombre, que es la reforma que entraña el orgullo de todo el género humano, que no es de Dios por su fundador, ni es de Dios por su doctrina, ni es de Dios por la sangre que ha derramado en Inglaterra, en Irlanda, en Francia, en Dinamarca, em Alemania y en la Prusia; y no es de Dios porquo á ella solo á ella, y no mas que a ella, se deben las víctimas de la lnquisicion, las del degüello de San Bartolomé, las que ocasionó la revocacion del Edic to de Nantes y de todas las revoluciones que ha habido en Europa desde cien años acá: ni es de Dios por los medios vedados de que se sirvio, ni es de Dios por el abuso que hicieron de sus principios, y mucho menos es de Dios en nuestros dias que el protestantismo abriga en su seno á todas las heregias, y de un modo especial al ma terialismo, al racionalismo, la impiedad, la incredulidad, al espiritismo y hasta toda la diablura de la Franc-masonería”2. Mas isso parece apologia. Estranhamente, apesar de Jesus ser judeu, Lutero defendeu a perseguição de judeus e até destruição de suas casas. Uns dizem que ele inspirou ideias nazistas de antissemitismo. Nos seus últimos dias de vida sofreu do intestino, bem como tendo cálculos nos rins e no pâncreas, estando também muitas vezes depressivo, o que o tornava arrogante. Falece em 18 de Fevereiro de 1546, de problema cardíaco.


 
1 MUBARAK, Kaenefer Anpu. Martinho Lutero, a Rosa e a Cruz.
2TORNER, M. El protestantismo y la franc-masoneria. p. 119.
Mariano Soltys
Enviado por Mariano Soltys em 24/03/2016


Comentários