Textos


Oração na Liturgia das horas, bem como no Sidur




“eram assíduos ao ensino dos Apóstolos, à união fraterna, à fracção do pão e às orações” (Atos 2,42)

“Deus, por favor, cure-a” (Números 12,13)

“O Eterno está próximo de todos os que O invocam, daqueles que O invocam com sinceridade” (Salmo 145,18)

“Pedro... e João sobem ao templo, para a oração da hora nona” (Atos 3, 1)

“a meio da noite, Paulo e Silas, em oração, entoavam louvores a Deus” (Atos 16, 25)

 

Liturgia significa complexo de cerimônias eclesiásticas ou ritual, segundo dicionários. Mas aqui trato não apenas desse enfoque, que muitas vezes pode ser observado na Igreja, porém também aquela oração que se faz em pequenos grupos, novenas, retiros, vigílias etc. Assim a oração tinha já em Apóstolos de Cristo, senão no próprio cristo, horários que eram praticadas, como ao amanhecer, ao meio dia e a noite. Isso não veio do nada, nem foi inventado dali, mas já era tradição e realidade judaica. E não apenas de judeus, mas se passou também a Católicos, com a “Liturgia das Horas” que aqui é citada. Já no judaísmo vemos um livro chamado de Sidur. As pessoas procuram orações e compartilham em redes sociais, mas além da Bíblia, há uma boa organização nesses livros, bem como uma forma de exercícios espirituais e místicos a mão de qualquer um que queira participar desses serviço divino. Havia ainda outras horas, como citados no livro de Atos acima.

De modo surpreendente eu estava pesquisando sobre as religiões cristãs e a Bíblia, e descobri uma palestra de determinado ministro religioso, ou antirreligioso, que falava no sentido de Católicos não seguirem a Bíblia, bem como traçou comentários contra outras religiões, em verdadeiro partido político de sua “igreja”. Por outro lado, basta abrir essa Liturgia das Horas católica para se ver que do começo ao fim o livro apenas organiza versículos bíblicos, somados a Tradição, não substituídos pela Tradição, mas somados. Também o ministro equivocado falou contra os judeus, que não seguem a Bíblia, e vemos um livro litúrgico chamado Sidur, onde também do começo ao fim se faz uma lembrança da Bíblia Hebraica.

Um detalhe interessante na Liturgia das Horas é que ela tem orações para os anjos, e para os santos. Não no sentido de se idolatrar estes, como alguns sugerem, mas de um caminho para Cristo, para o pai e mesmo inspirado pelo Espírito Santo. A oração se faz um modo de contato inegável, e não deve ser evitada. Em atual tempo de cris e desemprego, há uma defesa e remédio infalível, que é a oração. E além da Bíblia, aquele que crê pode procurar uma Liturgia das Horas a fim de encontrar uma ordenação a esse oficio. De começo pode fazer orações pela manhã e a noite, e assim deve desde já notar o auxílio espiritual e resultado. “vigiai e orai”.
Em seguida cito algumas orações a anjos, a Miguel, bem como uma a Maria Madalena, que é tão desrespeitada em documentários, livros e outros meios, e que se torna um exemplo de fé, por ter acompanhado Nosso Senhor Jesus e presenciado a Ressurreição.

“29 de Setembro
S. MIGUEL, S. GABRIEL e S. RAFAEL, Arcanjos Festa Invitatório Ant. Na presença dos Anjos, adoremos o Senhor. Salmo invitatório: pp. 846 ss.


Laudes
Hino
A Cristo, esplendor de Deus, Se eleva da terra aos Céus Um canto de Aleluia. À voz dos Anjos unidos, vibram os nossos sentidos Em jubilosa harmonia. Com os Arcanjos cantamos: Nas suas vozes saudamos O sol de cada manhã. Seu exército fiel Tem à frente São Miguel Nas lutas contra Satã. Com tão grande defensor, Cristo Jesus, Rei de amor, vença em nós toda a maldade. Protector de peregrinos, Conduza os nossos destinos À sua santa cidade. Nossas vozes, noite e dia, Se juntam em sinfonia, Em espírito e verdade, Em tudo glorificando E em todo o sempre adorando A Santíssima Trindade.
Salmodia Salmos e cântico, do Domingo I: p. 879. Ant. 1 Com os Anjos louvemos o Senhor, a quem os Querubins e os Serafins aclamam dizendo: Santo, Santo, Santo! Ant. 2 Anjos do Senhor, bendizei o Senhor eternamente. Ant. 3 Todos os Anjos no Céu proclamam, Senhor, a vossa santidade, dizendo numa só voz: Glória a Deus!

leitura B reve Gen 28, 12-13a Jacob teve um sonho: uma escada estava assente na terra e a parte superior tocava no Céu; por ela subiam e desciam Anjos de Deus. O Senhor apresentou-Se de pé sobre ela e disse: Eu sou o Senhor, o Deus de Abraão, teu pai, e o Deus de Isaac.
ReSponSório Breve v. O Anjo colocou­se junto ao altar do templo. R. O Anjo colocou­se junto ao altar do templo. v. Com um turíbulo de oiro na mão. R. Junto ao altar do templo. v. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. R. O Anjo colocou­se junto ao altar do templo.
Ant. bened. Vereis o Céu aberto e os Anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem.
preCeS Irmãos, adoremos o Senhor, em cuja presença estão multidões de Anjos que O servem dia e noite, cantando a uma só voz, e aclamemos, dizendo com alegria. Bendizei o Senhor, todos os seus Anjos. Deus providente, que mandastes os vossos Anjos para nos guardar em todos os nossos caminhos, — conduzi­nos hoje pelos vossos caminhos sem mancha de pecado. Pai de bondade, cuja face os nossos Anjos dia e noite contemplam no Céu, — fazei que busquemos continuamente o vosso rosto. Deus de infinita santidade, cujos filhos são como os Anjos do Céu, — dai-nos a pureza de corpo e alma.

Enviai, Senhor, o grande príncipe Miguel em auxílio do vosso povo, — para que o defenda no combate contra Satanás e seus anjos. Pai nosso Oração Senhor Deus do universo, que estabeleceis com admirável providência as funções dos Anjos e dos homens, concedei, propício, que a nossa vida seja protegida na terra por aqueles que eternamente vos assistem e servem no Céu. Por Nosso Senhor.
Hora Intermédia
Salmos do dia ferial correspondente.
Tércia Ant. Miguel, o grande chefe dos Anjos, veio em meu socorro. leitura Breve Dan 12, 1 Nos últimos tempos surgirá Miguel, o grande chefe dos Anjos, que protege os filhos do teu povo. Será um tempo de angústia, como não terá havido até então, desde que existem nações. Nesse tempo virá a salvação para o teu povo, para aqueles que estiverem inscritos no livro de Deus. v. Os Anjos do Senhor, ao som de poderosas trombetas, R. Reunirão dos quatro ventos todos os eleitos. Sexta Ant. Gabriel, que antes me tinha aparecido numa visão, aproximou-se de mim e falou-me.

leitura B reve Dan 9, 22-23 O Anjo Gabriel disse­me: Daniel, vim aqui para te esclarecer. Quando iniciaste a tua oração, foi pronunciada uma palavra; e eu venho explicá-la, porque és um homem de predilecção. Presta atenção a este oráculo e compreende bem a visão. v. Bendizei o Senhor, todos os seus Anjos, R. Poderosos executores das suas ordens. Noa Ant. Foi enviado o Anjo Rafael a Tobias e Sara, para os curar. leitura Breve Tob 12, 15a. 18a. 20b Eu sou Rafael, um dos sete Anjos que estão diante da majestade do Senhor. Quando estava convosco, não era por minha iniciativa, mas por vontade de Deus. bendizei e cantai ao Senhor. É tempo de voltar para junto d’Aquele que me enviou. Escrevei tudo o que sucedeu convosco. v. Deus mandou aos seus Anjos R. Que te guardem em todos os teus caminhos.
Oração como nas Laudes.
Vésperas
Hino
Anjo da paz, Arcanjo São Miguel, Defenda a Igreja com sua mão amiga E a faça vencedora sempre fiel Contra os assaltos da serpente antiga. A este mundo triste, em dura prova, Mandai, Senhor, notícias de alegria: São Gabriel nos traga a boa Nova, Que por ele enviastes a Maria.

Através dos sertões da vida agreste E na tristeza dos caminhos ermos, São Rafael, o médico celeste, Conforte e cure todos os enfermos. Glória ao Pai, entre os Anjos nas alturas. Glória ao Filho e ao Paráclito divino. Suba até Deus a voz das criaturas No mais ardente e jubiloso hino”.

(p. 1714 a 1717)


“22 de Julho S. MARIA MADALENA Memória É mencionada entre os discípulos de Cristo, assistiu à sua morte e mereceu ser a primeira a ver o Redentor ressuscitado de entre os mortos na madrugada do dia de Páscoa (Mc 16, 9). O seu culto difundiu-se na Igreja ocidental, sobretudo a partir do século XII. Comum das Santas, p. 1990, excepto:

22 DE JULHO
Laudes
Salmodia Salmos e cântico do Domingo I: p. 879 Ant. 1 Na madrugada do primeiro dia da semana, antes da aurora, Maria Madalena veio ao sepulcro. Ant. 2 Com todo o ardor do meu coração, desejo ver o meu Senhor. Procuro e não encontro onde O puseram. Aleluia. Ant. 3 Enquanto chorava, Maria inclinou-se para o sepulcro e viu dois Anjos vestidos de branco. Aleluia. leitura B reve Rom 12, 1-2 Peço-vos, irmãos, pela misericórdia de Deus, que vos ofereçais a vós mesmos como sacrifício vivo, santo, agradável a Deus. Tal é o culto espiritual que Lhe deveis prestar. Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para saberdes discernir, segundo a vontade de Deus, o que é bom, o que Lhe é agradável, o que é perfeito. re S pon S ório B reve v. Maria, não chores: o Senhor ressuscitou de entre os mortos. R. Maria, não chores: o Senhor ressuscitou de entre os mortos. v. vai dizer aos meus irmãos: R. O Senhor ressuscitou de entre os mortos. v. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. R. Maria, não chores: o Senhor ressuscitou de entre os mortos. Ant. bened. Na manhã do primeiro dia da semana, Jesus ressuscitado apareceu em primeiro lugar a Maria Madalena, de quem tinha expulsado sete demónios. Preces do Comum das Santas, p. 1992; ou do dia ferial correspondente.
vÉSPERAS
Oração Senhor, que, na vossa infinita bondade, quisestes que Maria Madalena fosse a primeira a receber do vosso Filho a missão de anunciar a alegria pascal, concedei-nos, por sua intercessão, que, seguindo o seu exemplo, anunciemos a Cristo ressuscitado e O contemplemos no reino da glória. Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
Vésperas
Salmodia Salmos e cântico do Comum das Santas, p. 1996. Ant. 1 Disse Jesus a Maria: Mulher, porque choras? A quem procuras? Ant. 2 Levaram o meu Senhor e não sei onde O puseram. Ant. 3 Disse Jesus: Maria! Ela, voltando-se, exclamou em hebraico: Rabbúni! Que quer dizer: Mestre!
leitura B reve Rom 8, 28-30 Nós sabemos que Deus concorre em tudo para o bem daqueles que O amam, dos que são chamados segundo o seu desígnio; porque os que Ele de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, para que Ele seja o Primogénito de muitos irmãos; e àqueles que predestinou também os chamou; e aqueles que chamou também os justificou; e aqueles que justificou também os glorificou.
reSponSório Breve v. Maria, não chores: o Senhor ressuscitou de entre os mortos. R. Maria, não chores: o Senhor ressuscitou de entre os mortos.
23 DE JULHO
v. vai dizer aos meus irmãos: R. O Senhor ressuscitou de entre os mortos. v. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. R. Maria, não chores: o Senhor ressuscitou de entre os mortos. Ant. Magnif. Maria foi anunciar aos discípulos: vi o Senhor. Aleluia”.

(p. 1608 a 1610)




FONTES

SIDUR COMPLETO. Organização, edição e realização Jairo Fridlin. São Paulo: Sêfer, 1997.

LITURGIA DAS HORAS. 4. ed. Editora Salesiana Dom Bosco, 1988.

ORAÇÃO DO TEMPO PRESENTE. Trad. Frei Bruno Paula. 16 ed. São Paulo: Comissão Nacional de Liturgia, 1971.










 
Mariano Soltys
Enviado por Mariano Soltys em 23/05/2016


Comentários