Textos

ERICH FROMM (1900-1980)
 
9k=
 
Erich Seligman Fromm nasceu em 23 de março de 1900, em Francfort de Meno, na Alemanha, no seio de uma família judaica ortodoxa, que seguia de forma estrita os preceitos religiosos e que possuia muitos membros rabinos. Seu pai era Naftali Fromm, comerciante de vinhos, e a mãe Rosa, dona de casa. De certa forma era para o pequeno Erich seguir esse caminho, e assim estudou o Talmude, com rabinos e chassidismo. Assim presenciava estudos de Talmude com Salman Baruch Rabinkow. Aos 14 anos presenciou o início da Primeira Guerra Mundial, e disse mais tarde não compreender a irracionalidade da guerra. Estudou Freud e Marx já na estapa escolas. Em 1920 Fromm participou da criação da Freie Jüdische Lehrhaus (Casa Livre de Estudos Judaicos), de Frankfurt. Primeiramente Erich Fromm estudou Direito, e lomo mudou para Heidelberg para estudar Sociologia, onde fez doutorado em 1925, sobre a lei judaica. Até esse ano estudava com rabino Salman. Em 1926 se casou com Frieda Reichmann, que era psicanalista. Pois ele mesmo havia começado a formação de de psicanalista no Instituto Psicanalítico de Berlim, como um discípulo de Freud, Hanns Sachs. Sua esposa que também era judia ortodoxa, por esse tempo abandona a vida religiosa. Também se interessa por teorias de Marx e em 1930 foi convidado a dirigir o departamento de psicologia, por Max Horheimer. Mas ele defendeu a variante marxista da social-democracia (ou criação capitalista...). Cursou ainda Filosofia. Assim começa a produzir cientificamente na década de 30, e sua obra é colocada mais como filoosfia social que psicologia. Em 31 se divorciou de Reichmann, mas com ela mantém amizade. Em 33 muda-se para os EUA, onde foi professor em diversas universidades. Também teve uma clínica privada onde atendia. Foi aos EUA por questões raciais. Viveu também no México, em Cuemavaca. Teve divergência com Marcuse e Adorno. Já na década de 40 publicou vários livros e e foi membro da Escola de psiquiatria de Washington, e em 44 se casou pela segunda vez com Henny Gurlar, judia-alemã, e com essa que se muda ao México. Por lá também ensina na Universidade Autônoma, e funda seção de psicanálise do Instituto Mexicano de Psicanálise. Se desenvolveu sua teoria de socialismo humanista comunitário. Então em 1953 casou com Annis Glove Freeman, e esteve envolvido em movimentos pacifistas norteamericanos, sendo contra a guerra do Vietnã. Interessante que apoioiu o estado soviético ao mesmo tempo que criticou a sociedade capitalista. Já em 1965 cria uma revista de psicanálise. Foi criticado na Escola de Francfurt como revisionista ou social-democrata. Uma influência em seu pensamento também foi de Daisetsu Teitaro Suzuki, com quem publicou livro “Zen budismo e psicanálise”. Também se interessou pela visão de Thomas Hobbes, sobre o homem ser lobo do homem. Assim trabalhou em universidades no que foi a escola neo-freudiana culturista. Em 1974 se instala em Murallo, Suíça, e faleceu cinco dias antes de completar 80 anos, em 1980 . 


 
Mariano Soltys
Enviado por Mariano Soltys em 17/01/2017


Comentários